31 de março de 2014

O meu dia no Rock in Rio em versão mínimos

Ainda não sei se vou realmente ao Rock in Rio ver Linkin Park, mas como continuo com aquela esperança parva de ir e sonho com isso todos os dias, decidi fazer este post. Se realmente for, vou com uma amiga minha e isto é uma versão mínimos de como eu idealizei esse dia com ela.


Quando acordar de manhã



A preparar para sair de casa



A sair de casa



Quando encontrarmos outros fãs



Se alguém parvo passar pela nossa pessoa



Quando nos perguntarem se queremos ir beber café nesse dia



Quando alguém nos tentar roubar o lugar



Quando começar o concerto



Quando o Mike olhar para mim




Quase no fim do concerto




Quando o concerto acabar

Dia 23: Uma música que não consegues ouvir

Se há música que detesto é kisomba e como este tem sido o kisomba da moda, decidi escolher esta música.


Qual não é o meu espanto...


... quando hoje abri o painel do blogger e dei falta de alguns blogs. Quando olhei melhor para a situação, reparei que ontem estava a seguir cinquenta e tal blogs e hoje, só estou a seguir vinte e oito. 


Já vos aconteceu o blogger parar de seguir blogs por própria vontade? Acho que é desta que vamos ser dominados pelos computadores.

29 de março de 2014

The 100

Andava aqui à procura de novas séries para ver e encontrei esta. Já vi os primeiros dois episódios e pareceu-me uma série interessante. Vamos lá ver como vai ser o desenrolar do resto da temporada.


Dia 21: A tua música favorita

Eu não tenho uma música favorita, portanto escolhi aquela que ando a ouvir muitas vezes ultimamente.


28 de março de 2014

Dia 20: A última música no teu iPod/iTunes (alfabeticamente)

É verdade, a última música da minha lista é mesmo esta e farto-me de cantá-la aos altos berros. Adoro mesmo clássicos.


27 de março de 2014

Quem Quer Ser Milionário


Eu até gosto de ver este programa, mas se tivesse menos paleio e mais perguntas seria tão mais porreiro. É que às vezes chateia aquela conversa para encher chouriços.

Gente detestável


Lembram-se de eu falar de um certo professor? Este semestre, tenho uma cadeira com ele e se há professor que mais detestei em todo o curso é esta merda de gente. Por cada dia que passa, mais eu detesto o homem. Não costumo detestar assim tanto as pessoas como detesto este cabrão de merda. Por mais nomes que lhe chame, nunca vai ser o suficiente para o descrever. 

Juro que se me aparecesse uma oportunidade para o desmanchar com porrada, não hesitaria em fazê-lo. Até tenho medo que a raiva que estou a gerar por ele perca o controlo. Filho duma grande puta! Não gosto nada de sentir esta raiva toda dentro de mim.

Dia 19: A primeira música do teu iPod/iTunes (alfabeticamente)

Ora, não fossem eles os meus preferidos, era de prever que aparecessem logo no início. Este é o vídeo da versão ao vivo da primeira música que me aparece alfabeticamente.


26 de março de 2014

Dia 18: Uma música que adoras, mas raramente ouves

Em geral, eu adoro 30 Seconds To Mars e ouço-os muitas poucas vezes, não faço a mais pequena ideia porquê. Esta música que escolhi, considero-a uma grande música, no entanto, já nem me lembro da última vez que a ouvi.


25 de março de 2014

Dia 17: Uma música que te dá vontade de dançar

Estou um bocado enferrujada, mas até tenho um certo jeito para dançar. Apesar de não ouvir muito Hip-Hop e R&B adorava-o dançar. Na altura que saiu esta música, aprendi a coreografia e sabia dançar tal e qual como elas, só nunca tentei dançar com aqueles saltos. Por isso mesmo, cada vez que a ouço, a vontade de dançar é alguma.


24 de março de 2014

Dia 16: Uma música que te fez chorar

Eu aqui resolvi escolher este vídeo, não propriamente por causa da música, apesar da música ser linda, mas pelo momento que se desenvolveu que acabou por emocionar toda a gente.


23 de março de 2014

Uma imagem vale mais que mil palavras


Decidi começar esta rubrica com o objectivo de definir numa imagem o ponto alto da minha semana. A ideia é postar todos os Domingos, uma imagem que defina o meu pensamento baseado em acontecimentos dessa semana.

Resolvi chamar-lhe "Uma imagem vale mais que mil palavras!" porque, como a própria expressão diz, uma única imagem pode significar muito mais do que o palavreado complexo que se pode ter.

Não vou começar já hoje, porque só tive a ideia agora mesmo, mas vou começar no próximo Domingo.

E só vou impor uma simples regra: Não posso justificar qualquer uma das imagens, a ideia é olhar para a imagem e cada um tirar as suas próprias conclusões.

Vamos lá ver no que isto vai dar.

Je suis Portugaise - O mundo é pequeno


Uma amiga da minha mãe deixou a vida que tinha cá e resolveu aventurar-se para França. A verdade é que não se está a desenrascar nada mal lá, o problema é ter ido para lá sem saber falar francês. A única coisa que aprendeu foi "Je suis Portugaise".

Então, um dia, estava ela no metro a caminho de casa, depois de um dia de trabalho, e uma senhora sentou-se ao lado dela e começou a dar paleio em francês, coisa que a amiga da minha mãe não percebeu nada.

Começou a ficar aflita por a mulher estar à espera de resposta e ela sem saber a mais pequena ideia do que dizer, decidiu dizer "Je suis Portugaise... PORTUGUESA... Eu, Portuguesa!" à qual a mulher responde "Ai, é Portuguesa? Já podia ter dito que eu estava aqui a falar do tempo em francês e já me estavam a faltar as palavras!".

Desataram as duas a rir e quando se começam a conhecer melhor, descobriram que são de terras vizinhas e que o pai de uma delas namorou com a mãe de outra nos tempos da juventude deles. E foi preciso irem para França para descobrirem isso.

E assim se começa uma amizade!

Bonito dia


Que bonito dia está lá fora. O que é que eu vou fazer toda a tarde? Trabalhos, ora lá está. Nada melhor num dia bonito como este, passá-lo a fazer trabalhos. Sou uma triste!

Dia 15: Uma música que adoras cantar

Não estive a pensar muito no assunto. Fui buscar a primeira música que me veio à cabeça (até porque estou com ela na cabeça desde que acordei).


22 de março de 2014

Dia 14: Uma música que te faz lembrar o teu namorado

Bem, eu não tenho namorado agora, mas tenho o Tiago que é o que mais se aproxima de meu namorado. Então, decidi escolher esta música a pensar nele. Foi ele que me deu a conhecer esta música e posso dizer que gosto muito dela.


Sobre mim


Gente, já actualizei aqui a página Sobre mim. Não está nada de especial, mas pelo menos já não está em branco. Dêem uma espreitadela e dêem-me a vossa opinião.

Não compreendo


Porque é que há pessoas que têm o descaramento de pensar: "Eu quero, posso e mando!"? Até pode querer, até pode poder, mas não venha para cima de mim mandar o que quer que seja que leva logo uma resposta torta. Era o que mais me faltava.

21 de março de 2014

Primavera


Todos os anos acontece a mesma coisa e todos os anos as pessoas à minha volta se queixam exactamente da mesma coisa. 

Todos os anos, no fim do mês de Fevereiro e no mês de Março, vem um sol quente que nos faz esquecer rapidamente o Inverno frio que passou. Mas também todos os anos, quando chega a Primavera, chove que se farta e toda a gente diz "Nem parece que chegou a Primavera!"

Chegou, minha gente, chegou e é perfeitamente normal chover bem, não é à toa que se diz "Abril, águas mil!". O frio é que já não é muito, apesar de ainda se sentir uma brisa fria, não é nada comparado ao Inverno que passou, mas a água vai cair bem antes de chegarmos ao Verão. 

Aqueles dias quentes que vêm de vez em quando, são só para enganar. Até chegarem dias de calor a sério, ainda há muito dia chuvoso por vir. 

E só depois da chuva toda é que vêm as flores e os dias coloridos que estamos habituados a associar à Primavera. 

Não quero estar armada em especialista de Meteorologia, mas todos os anos é a mesma coisa e todos os anos se ouve a mesma coisa. É frustrante!

Dia 13: Uma música que te faz lembrar um antigo amigo

Até ao meu 9º ano, tive uma amiga que adorava a kylie Minogue e por isso mesmo, cada vez que ouço esta música, para além de me sentir nostálgica por ser uma música de 2001, lembro-me também dela.


20 de março de 2014

Dia 12: A última música que ouviste

Tenho um rádio em casa que está constantemente ligado e esta música deve dar umas trinta vezes por tarde. Por isso mesmo, esta deve ter sido a última música que ouvi.


19 de março de 2014

Dia 11: Uma música da banda sonora do teu filme favorito

Já perdi a conta da quantidade de vezes que já vi este filme e o resultado é sempre uma cascata de lágrimas e ranho a escorrer-me pela cara. E eu nem sou muito de chorar em filmes, mas este é a excepção à regra para mim. E depois a música também não lhe fica atrás, só de ver estas imagens ao som da música, a lágrima fica mesmo ao canto do olho a querer escorrer pela cara.


18 de março de 2014

Dia 10: Uma música da tua banda favorita

Por muito que tente, não consigo eleger uma música como preferida da minha banda preferida. Portanto, em vez de uma música deles, decidi mostrar um medley que eles trouxeram ao Rock in Rio há dois anos atrás e que gostei muito e assim são logo três músicas deles que dou a conhecer como minhas favoritas. Ainda estou na esperança parva de os ir ver este ano. Adorava mesmo ir vê-los.


Eu já...


Hoje, decidi fazer um "jogo" que é completar a frase que começa com "Eu já...!". E as coisas bonitas que saíram como resultado são as seguintes:

1. Eu já acabei um namoro à beira-mar;

2. Eu já tive o cabelo muito comprido e cortei-o bem curtinho duma só vez;

3. Eu já fiz uma festa em casa sem os meus pais saberem;

4. Eu já dei dois beijinhos a um rapaz desconhecido no meio da rua a pensar que era um amigo meu;

5. Eu já fui a correr apanhar o autocarro e apanhei o autocarro errado;

6. Eu já tropecei e caí como se estivesse em câmara lenta;

7. Eu já acordei com a cabeça no sítio dos pés e por baixo do lençol;

8. Eu já disse muita vez que ia fazer uma tatuagem, mas o dinheiro é sempre usado para outra coisa;

9. Eu já limpei, com a mão, a humidade do vidro do lado de dentro do autocarro e recebi um adeus dum senhor que ia a passar na rua;

10. Eu já disse a um professor para se calar, porque o seu falar com o outro professor me estava a incomodar durante um exame (o que vale é que ele se riu, expulsou o outro professor da sala e manteve-se calado o resto do tempo. Se fosse outro cagava no assunto e chumbava-me por o ter mandado calar).

E pronto, 10 é um número redondinho e fico-me pelos 10 "eu já's".

16 de março de 2014

Dia 8: Uma música que te faz lembrar o teu primeiro amor

Esta a música que ouvia sempre cada vez que estava com o meu primeiro namorado. Não era significativa para nós, mas fizemos desta música a "nossa", porque cada vez que estávamos juntos, lá estava a música a dar. Por isso mesmo, cada vez que a ouço, ele vem-me à cabeça.


15 de março de 2014

Dia 7: Uma música que te faz lembrar o Verão passado

Eu nem sou muito deste tipo de música, mas até se ouve bem e a verdade é que no Verão passado fartei-me de dançar esta música, por isso é que a escolhi.


Dia 6: Uma música que te faz lembrar o teu melhor amigo

Dei voltas enormes para encontrar uma música para este dia e mesmo assim a música escolhida foi escolhida às três pancadas, porque não tem grande significado. Simplesmente, é uma das músicas preferidas de uma amiga minha. No início torci muito o nariz com esta música, mas agora até gosto dela.


Cada um deve fazer o que gosta...


Claro que também sou da opinião que cada um deve fazer o que gosta, mas enquanto o que se gosta não aparece, há que arranjar emprego noutra área e não armar-se em parvo e recusar tudo o que aparece com a desculpa de que não se gosta daquilo. Tenho amigos que ainda sabem tão pouco da vida, não é que eu já saiba muito, mas acho que estou mais consciencializada do que eles. Não sou uma pessoa pessimista, costumo ser optimista até, mas acima de tudo sou realista. Há que lutar por aquilo que se gosta, claro, mas até lá temos que nos desenrascar de alguma maneira.

13 de março de 2014

Dia 5: Uma música que te fica frequentemente na cabeça

São as mais variadas músicas que me ficam na cabeça, mas esta música que escolhi é aquela que cada vez que me passa pela cabeça (e não são nada poucas vezes), começo a cantar e a dançar que nem uma doida. Também é uma música da minha infância e passei anos e anos sem a ouvir, mas quando a voltei a ouvir, fiquei admirada comigo mesma por ainda saber a letra de cor e salteado.

)

12 de março de 2014

Dia 4: Uma música que te acalma

Eu não consigo explicar bem o porquê desta música, mas depois de um dia stressante, esta música sabe mesmo bem. Fico toda arrepiada quando a ouço e quando dou por mim estou a abanar a cabeça ao som da música estilo o maestro, mas no fim da música fico mesmo com vontade de a ouvir outra vez.

)

11 de março de 2014

Dia 3: Uma música que te faz lembrar um dos teus pais

Tenho o hábito de dizer que os meus pais são uns malucos e são, porque são jovens. Não têm mentes do século passado, nem me impedem de fazer o que quer que seja, basicamente sempre me ensinaram a aprender sozinha com os meus erros. E nesta linha de serem uns malucos, o meu pai cada vez que ouve esta música, começa a tentar dançar como eles de tal maneira que até já levei uma cotovelada dele. O meu nariz é que sofreu, mas também ninguém me mandou juntar a ele naquela "Crazy Dance".


10 de março de 2014

Dia 2: Uma música que te faz lembrar o teu mais recente ex-namorado

A justificação desta escolha é muito fácil. O meu ex não conseguia ouvir esta música até ao fim porque se emocionava sempre, então cada vez que a ouço, lá me aparece ele na minha cabeça. Pessoalmente, também me toca um bocado a música.


 

9 de março de 2014

Dia 1: Uma música da tua infância

Se é infância, não ia estar aqui a pôr músicas dos Excesso ou dos Anjos, mas algo de animação. Pensei em tudo e mais alguma coisa desde Dragon Ball ao Dartacão, até nas navegantes pensei, mas aquilo que eu mais gostava de cantar e dançar naquela altura era isto.


Desafio musical


Hoje, acordei com vontade de fazer um desafio aqui no blog e o escolhido foi este desafio musical. A ideia é durante 25 dias, escolher uma música sobre o determinado tema e justificar a escolha. 
E os temas são:

Dia 1: Uma música da tua infância
Dia 2: Uma música que te faz lembrar o teu mais recente ex-namorado
Dia 3: Uma música que te faz lembrar um dos teus pais
Dia 4: Uma música que te acalma
Dia 5: Uma música que te fica frequentemente na cabeça
Dia 6: Uma música que te faz lembrar o teu melhor amigo
Dia 7: Uma música que te faz lembrar o Verão passado
Dia 8: Uma música que te faz lembrar o teu "primeiro amor"
Dia 9: Uma música que te dá esperança
Dia 10: Uma música da tua banda favorita
Dia 11: Uma música da banda sonora do teu filme favorito
Dia 12: A última música que ouviste
Dia 13: Uma música que te faz lembrar um antigo amigo
Dia 14: Uma música que te faz lembrar o teu namorado
Dia 15: Uma música que adoras cantar
Dia 16: Uma música que te fez chorar
Dia 17: Uma música que te dá vontade de dançar
Dia 18: Uma música que adoras, mas raramente ouves
Dia 19: A primeira música no teu iPod/iTunes (alfabeticamente)
Dia 20: A última música no teu iPod/iTunes (alfabeticamente)
Dia 21: A tua música favorita
Dia 22: Uma música que alguém cantou para ti
Dia 23: Uma música que não consegues ouvir
Dia 24: Uma música que tenhas dançado com o teu melhor amigo
Dia 25: Uma música que poderias ouvir todo o dia sem te fartares

6 de março de 2014

É por estas que este país está assim

Hoje, passei por um carro de instrução da escola de condução onde tirei a minha carta de condução. Lembrei-me que logo no primeiro dia, mesmo aquele dia em que me fui inscrever, fiquei logo a olhar de lado o homem da recepção, assim como ele ficou logo a olhar de lado para a minha mãe. 

Foi o seguinte. A minha mãe foi comigo à escola de condução para me inscrever. Quando lá chegámos, ficámos um bocadinho à espera para ser atendidas. Enquanto isso, ficámos a observar a senhora à nossa frente, que estava a inscrever o filho, a ser atendida. A mulher tinha um ar toda importante, com o cabelo todo arranjado, unhas arranjadas e um cú que mais pareciam dois. O homem da recepção era todo sorrisos para ela. Disse-lhe o valor que ela tinha que pagar e ela sacou do seu livro de cheques e toca a passar um cheque com o valor que o homem disse.

Enquanto ela preenchia o cheque, ele só elogiava e ria e elogiava e contava uma piada e ria e elogiava. A mulher mal abria a boca, só dizia "Sim!", "Sim, claro!" e o homem não faz mais nada. Vai ao armário dos livros do código da estrada, vira-se para a mulher e diz "Sôr Doutora, deixe-me aqui oferecer-lhe um livro do novo código da estrada lá para o seu filho puder começar as suas aulas de código o mais rápido possível". A mulher lá aceitou o livro e nem um "Obrigada" ou um sorriso mostrou e foi-se embora com o livro na mão.

Quando chegou a minha vez de ser atendida, preenchi lá tudo o que tinha a preencher e tal e paguei o que tinha a pagar. O homem diz "Pronto. Está tudo resolvido! Agora é só esperar pela licença!" e a minha mãe perguntou "Então e o livro de código?". E o homem, já sem sorriso nenhum na cara diz "Convém comprar o livro de código para acompanhar nas aulas e custa apenas 15€!"

Não é ser pedinchas ou qualquer coisa assim do género, mas a "Doutora" é "Doutora" e levou um livro oferecido com todos os sorrisos do mundo. A minha mãe como é uma "Borra-Botas" que aí anda a esfolar-se toda juntamente com o meu pai, para me conseguirem pagar um curso superior, tinha que pagar o livro. Mas o pior não era pagar o livro. O pior foi quando a minha mãe perguntou porque é que tinha de pagar o livro, se a senhora antes não o tinha pago, à qual ele respondeu com cara de "é óbvio" o seguinte "Mas aquela senhora é doutora!".


Foi o argumento mais pobre e triste que eu alguma vez ouvi na vida e claro está que a minha mãe não se calou e o homem ouviu ali umas boas, mas sempre na sua maneira discreta. Adoro quando a minha mãe fala assim para as pessoas. Curto e grosso! A sorte do homem é que já tínhamos pago, senão provavelmente não iria ficar naquela escola. 

É por estas e por outras que este país anda assim!

"Anda tudo do avesso,
Nesta rua que atravesso!
Dão milhões a quem os tem
Aos outros um "Passou bem!"

2 de março de 2014

Nervosa


Tenho pessoas à minha volta que ultimamente têm tido umas certas atitudes que me deixam os nervos à flor da pele, mas não tenho rigorosamente nada a ver com o assunto, portanto não vou lhes vou dizer uma única palavra em relação ao assunto.

Os namorados


Não sou muito de opinar com as minhas amigas sobre os namorados delas, mas elas e os namorados escondem coisas uns dos outros. Elas não querem que eles façam certas e determinadas coisas, assim como vice-versa. Então, escondem-se e mentem pelas coisinhas mais minúsculas que se possa imaginar. E por mais minúscula que seja a mentira, não deixa de ser uma mentira e quando essas mentiras se descobrem, a discussão que se forma não é minúscula como a mentira, mas sim enorme. Depois andam sempre a reclamar por causa das mesmas coisas. 

Actualmente, não tenho namorado, mas quando o tiver quero que seja o meu melhor amigo a quem possa contar tudo e mais alguma coisa, não quero andar a esconder nada dele. Não quero que ele me diga como hei-de viver a minha vida, assim como não lhe vou dizer como é que ele há-de viver a dele. Tudo bem que seja meu namorado, mas acima de tudo que seja o meu melhor amigo.